Sidebar

23
Sáb, Mar

 

Geral

O Relatório Final do Orçamento Participativo Municipal foi apresentado em audiência pública realizada nesta quarta-feira (31), na Câmara de Vereadores de Campos. A audiência foi presidida por Marcão Gomes (PR) e a apresentação foi realizada pela titular da Secretaria Municipal de Transparência e Controle, Marcilene Daflon.

A secretária explicou que o Orçamento Participativo “é um processo democrático onde a população escolhe o local da aplicação do dinheiro ou qual a ação mais importante, prevista no planejamento para os quatro anos, que o cidadão gostaria que fosse realizada”. Ela ainda ressaltou que foram realizadas seis audiências em diversos bairros e localidade de Campos, para discussão do documento, onde a população apontou prioridades dentro dos programas e ações do Plano Plurianual.

Em relação às participações online, a população elencou a saúde em primeiro lugar entre as prioridades, com 62,98% dos votos. Infraestrutura aparece como prioridade para 12,64% dos participantes online e a área da educação foi priorizada por 9,26% das pessoas que participaram.

A secretária explicou os reais reflexos da participação popular na prioridade dos investimentos. “Na saúde, nós tivemos orçamento previsto em 2016 de R$ 526 milhões e em 2018, de R$ 640 milhões. O orçamento previsto para 2019, que trouxemos para a Câmara para apreciação dos vereadores, teremos um aumento de 33%, subindo para R$ 703 milhões”, informou.

“Na educação, o percentual de investimento para 2018 foi de 25,02% e para 2019 está estimado em 36,33%. Comparando-se com o orçamento de 2017, nós tivemos aumento de 47,61%”, afirmou Marcilene Daflon. Já na infraestrutura, a secretária destacou que o programa Viva seu Bairro para 2018 teve orçamento de R$ 11 milhões e para 2019 está previsto R$ 40 milhões.

*Por Lohaynne Gregório - Ascom Câmara Campos