Legislativo
Na noite desta quarta-feira (12), durante sessão ordinária, os vereadores da Câmara de Campos aprovaram a criação de uma Ordem do Mérito voltada para homenagear representantes da segurança pública com serviços prestados à população. Além disso, foram aprovados 12 processos de Requerimentos, apresentaram juntos um total de 46 processos de Indicações Simples.
O plenário aprovou por unanimidade a redação final do projeto de Decreto Legislativo nº 0002/2017, de autoria do vereador Vinícius Madureira (PRP), que concede a Ordem do Mérito Hermeny Coutinho a senhora Cecília de Fátima Nunes Paes Barcelos. Em seguida, o vereador Cabo Alonsimar (PTC) apresentou o projeto de Lei nº 0006/2017, criando a Ordem do Mérito Joaquim José da Silva Xavier.

“Este projeto é um sonho desde a gestão passada. Apresento hoje no dia em que o nosso 8º Batalhão perdeu um guerreiro, o subtenente da Polícia Militar, Claudio Henrique Laurindo. Essa ordem tem o objetivo de homenagear profissionais da área de segurança pública. Hoje sabemos que o número de policiais mortos em serviço no Estado do Rio de Janeiro é maior que o número de militares norte-americanos mortos em guerra”, defendeu Alonsimar. O projeto foi aprovado por unanimidade.

O vereador Álvaro Oliveira (SD) apresentou Requerimento sob o processo nº 0798/2017, com Voto de Repúdio às declarações racistas proferidas pelo deputado federal Jair Bolsonaro (PSC), em discurso realizado no Clube Hebraica no Rio de Janeiro.

“Lamentável esse tipo de declaração num país que a sua maioria é negra. No último dia 10 o Ministério Público do Rio entrou com uma ação contra o deputado, que se condenado pagará 300 mil reais por danos coletivos. Mas isso não apaga as marcas deixadas por esse tipo de declaração”, disse o vereador com o apoio de representantes do Movimento Negro de Campos que estavam no plenário. O processo foi aprovado por unanimidade.

*Por Vivianne Chagas - Ascom Câmara Campos