Legislativo

Durante a sessão ordinária desta quarta-feira (21) os vereadores da Câmara de Campos apresentaram juntos um total de 31 processos de Indicações Simples e três processos de Requerimentos. No decorrer dos trabalhos o presidente do legislativo, Marcão Gomes (Rede), lembrou a realização de duas Audiências Públicas.

“No próximo dia 27, às 15h, teremos uma Audiência Pública para demonstrar e avaliar o cumprimento das Metas Fiscais do último quadriênio de 2016 e do primeiro quadriênio de 2017. Na oportunidade será feita a apresentação da metodologia do Orçamento Participativo Municipal, que oferece aos campistas a oportunidade de contribuírem, efetivamente, com a elaboração do Plano Plurianual (PPA) para o exercício do próximo quadriênio 2018-2021. Também teremos uma Audiência Pública nesta segunda-feira (26), às 14h, com o tema Cirurgia Bariátrica, que será presidida pelo vereador José Carlos (PSDC)”, disse Marcão.

Em seguida o vereador Thiago Virgílio (PTC) questionou o presidente sobre o andamento das sessões. “Em nosso entendimento a sessão conta com quatro passos e um deles é o pequeno expediente, que está sendo suprimido. Seria mais um tempo de fala para nós vereadores”.  Marcão respondeu: “No início desta legislatura houve uma reunião, vossa excelência ainda não estava aqui, quando nesta reunião debatemos o bom andamento das sessões e foram estabelecidas algumas regras. Portanto não foi uma decisão autônoma, foi uma decisão conjunta, prevista no regimento interno. Mas nada impede que possamos nos reunir novamente para rever estas alterações”, explicou Marcão.

Além das indicações e requerimentos, um projeto enviado pelo Gabinete do prefeito entrou para tramitação. Trata-se do projeto de Lei nº 0090/2017, que passa a denominar “Antonio Roberto De Góis Cavalcanti, KAPI”, o Anfiteatro localizado no Parque Alberto Sampaio.

*Por Vivianne Chagas - Ascom Câmara Campos