Legislativo

A Câmara de Vereadores de Campos realizou mais uma sessão ordinária nesta quarta-feira (29). Durante a reunião os vereadores apresentaram um total de 21 processos de Indicações Simples, dois processos de Requerimento e aprovaram uma Indicação Legislativa em favor dos pedagogos da Rede Municipal de Educação.

Abrindo a sessão a assistente social Dalva Gonçalves, do Programa de Combate ao Tabagismo da secretaria municipal de Saúde (SMS), explanou sobre o tema e as ações no município. “O assunto que vim abordar é uma pandemia e aqui em Campos não é diferente. O cigarro por muito tempo foi visto como símbolo de status social e ao longo dos anos foi ganhando espaço na casa das pessoas, fazendo também outras vítimas: os fumantes passivos. Sabemos hoje que o cigarro leva a morte por inúmeras doenças graves”.

De acordo com o programa, o tratamento contra o tabagismo dura cerca de três meses e os pacientes inseridos no projeto passam por acompanhamento com psicólogos, fisioterapeutas, enfermeiros, assistentes sociais e médicos. “Gostaria de agradecer a oportunidade e dizer para aqueles que quiserem saber um pouco mais sobre o programa, que o atendimento ao público é realizado no Centro de Saúde, de segunda a sexta-feira das 8h às 17h”, concluiu Dalva.

Durante os trabalhos foram justificadas as ausências dos vereadores Abu (PPS) e Marcos Bacellar (PDT). Em seguida os vereadores membros da Comissão de Defesa da Educação, Joilza Rangel (PSD), Genásio (PSC) e Álvaro César (PRTB), apresentaram a Indicação Legislativa Processo nº 2044, de autoria conjunta da Comissão com Marcos Bacellar (PDT) e o presidente Marcão Gomes (PR), que encaminha anteprojeto de Lei sobre alterações da Lei nº 8.133 de 16 de dezembro de 2009 e dá outras providências.

A indicação propõe a alteração da Lei para a revisão da nomenclatura de Pedagogo para Professor Pedagogo na Rede Municipal de Ensino. A indicação foi aprovada por unanimidade e será encaminhada ao governo municipal.

*Por Vivianne Chagas - Ascom Câmara Campos